sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

APRENDIZAGENS FUNCIONAIS


                            
Aprendizagens funcionais são aquelas em que se aprende fazendo e que são úteis para o nosso desenvolvimento pessoal, autonomia e bem-estar.
A Cozinha Pedagógica Inclusiva destina-se aos alunos com Necessidades Educativas Especiais de caráter permanente com idades compreendidas entre os 10 e os 17 anos que frequentam o ensino básico na Escola Professor Galopim de Carvalho. Pretendemos que os jovens se tornem autónomos e possam, em possíveis situações de auto-gestão, confecionar a sua própria alimentação. Também colaboram e produzem produtos culinários para consumo e venda.
Oferecemos as condições de segurança necessárias para o desenvolvimento de um trabalho adequado para todos os alunos, numa perspetiva de motivação e envolvimento, uma vez que para alguns jovens é a primeira vez que experimentam utilizar os utensílios de cozinha e os próprios alimentos.
Temos sempre como base a preocupação de organizar o espaço por áreas de tarefas distintas, de forma a incutir hábitos de higiene e segurança (ex: área de higiene – lava‐mãos, área da preparação de alimentos – copa limpa, área de depósito de lixo e lavagem de loiças ‐ copa suja, área de fardamento, área de armazenamento de víveres), numa perspetiva funcional e familiar mas também pré profissional para alguns dos nossos alunos.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

FELIZ NATAL!!!



Trabalhos realizados na Sala dos Sorrisos







FELIZ NATAL!!!!



terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência



Para assinalar o Dia da Pessoa com Deficiência, na Escola Básica nº 2 de Queluz, várias turmas visitaram a sala dos sorrisos (Unidade de Apoio Especializado a alunos com Multideficiência). 

As turmas que por lá passaram visualizaram a história do Gato Gatão poeta de profissão em SPC (Símbolos pictográficos para a comunicação).


Todos se mostraram muito interessados e tentavam através dos símbolos perceber a história, no final davam exemplos de imagens e qual o seu significado.

Com esta atividade perceberam que:


A história foi apresentada de novo, mas em Língua Gestual, aqui os alunos estavam muito atentos e por vezes até imitavam alguns gestos que partilharam connosco no final da história.
Os alunos da sala dos sorrisos também se mostraram muito felizes e ouviram com muita atenção a história.



Para finalizar a atividade os alunos elaboraram cartazes acerca da história que ouviram. 





















quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

A escola atual fez um grande caminho no que respeita à inclusão, no entanto ainda há uma longa caminhada a percorrer.
Apesar desses avanços, têm-se um grande número de barreiras físicas e sociais que impedem o efetivo processo de incluir crianças/alunos com necessidades educativas especiais.
O desafio é muito maior que ensinar, é fazer aprender, porque todos podem aprender.
A escola, como instituição social, representa o cenário institucional onde acontece o processo de ensino e aprendizagem, um espaço vivo de interação  social onde a INCLUSÃO deverá deixar de ser questionada, mas sim efetivamente sentida e vivida por todos.
Amélia Mestre


DIA INTERNACIONAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA






Bem-vindo à Holanda



Frequentemente sou solicitada a descrever a experiência de criar um filho portador de deficiência, para tentar ajudar as pessoas que nunca compartilharam dessa experiência única a entender, a imaginar como deve ser. É mais ou menos assim... 

Quando você vai ter um bebê, é como planejar uma fabulosa viagem de férias - para a Itália. Você compra uma penca de guias de viagem e faz planos maravilhosos. O Coliseu. Davi, de Michelangelo. As gôndolas de Veneza. Você pode aprender algumas frases convenientes em italiano. É tudo muito empolgante. 

Após meses de ansiosa expectativa, finalmente chega o dia. Você arruma suas malas e vai embora. Várias horas depois, o avião aterrissa. A comissária de bordo chega e diz: "Bem-vindos à Holanda". 

"Holanda?!? Você diz, "Como assim, Holanda? Eu escolhi a Itália. Toda a minha vida eu tenho sonhado em ir para a Itália." 

Mas houve uma mudança no plano de vôo. Eles aterrissaram na Holanda e é lá que você deve ficar. 

O mais importante é que eles não te levaram para um lugar horrível, repulsivo, imundo, cheio de pestilências, inanição e doenças. É apenas um lugar diferente. 

Então você deve sair e comprar novos guias de viagem. E você deve aprender todo um novo idioma. E você vai conhecer todo um novo grupo de pessoas que você nunca teria conhecido. 

É apenas um lugar diferente. Tem um ritmo mais lento do que a Itália, é menos vistoso que a itália. Mas depois de você estar lá por um tempo e respirar fundo, você olha ao redor e começa a perceber que a Holanda tem moinhos de vento, a Holanda tem tulipas, a Holanda tem até Rembrandts. 

Mas todo mundo que você conhece está ocupado indo e voltando da Itália, e todos se gabam de quão maravilhosos foram os momentos que eles tiveram lá. E toda sua vida você vai dizer "Sim, era para onde eu deveria ter ido. É o que eu tinha planejado." 

E a dor que isso causa não irá embora nunca, jamais, porque a perda desse sonho é uma perda extremamente significativa. 

No entanto, se você passar sua vida de luto pelo fato de não ter chegado à Itália, você nunca estará livre para aproveitar as coisas muito especiais e absolutamente fascinantes da Holanda."
Emily Perl Kingsley

A Natação é uma modalidade desportiva que traz muitos benefícios ao desenvolvimento e fortalecimento físico dos jovens. Os nossos jovens praticam esta modalidade com o apoio doa Câmara Municipal de Sintra, na Piscina do pavilhão desportivo municipal João Carlos Cifuentes, em Monte Abraão .







segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Painel Comemorativo do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

Dia Internacional das Pessoas com Deficiência
Em 1998, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o 3 de dezembro como dia internacional das pessoas com deficiência. O objetivo da comemoração é provocar a reflexão sobre as questões relacionadas com a deficiência e promover a inclusão dos deficientes na sociedade.
(Painel exposto na entrada principal da E. B. 2, 3 Professor Galopim de Carvalho)